Meditação do Banho

Quando for tomar banho procure preparar o ambiente, primeiramente com o banheiro sempre em ordem, limpo, sem coisas espalhadas de preferência com um aroma bom no ar.

Coloque uma música tranquila se possível uma luz branda ou até acenda algumas velas. Dê-se de presente um banho tranquilo, sem pressa, sem pressão: um momento de solitude e relaxamento, de cuidado consigo mesmo.

Ao se lavar cuide de cada parte do corpo, deixe a água correr do topo da cabeça até o final das costas. Use a água como um massageador para o corpo todo.

Ao mesmo tempo que lava o corpo, lave também a alma, pedindo para que toda e qualquer vibração estagnada seja liberada, lavada, purificada. Dispense conscientemente qualquer coisa que gostaria que seguisse seu caminho e voltasse para a terra através da água.

Caso o banho precise ser rápido e de rotina, também intencione esta limpeza energética. Crie suas afirmações, como por exemplo:

“Que esta água limpe minhas aflições, tristezas, mágoas. Que eu possa aqui neste momento liberar qualquer pensamento, carga, emoção ou sentimento. Que tudo isto que me acompanhou até aqui e não é meu encontre seu caminho”

A água é um condutor e transmutador poderoso, utilize-a a seu favor em qualquer situação. Isto inclui lavar a casa, a louça, o carro… brinque com ela, use sua fluidez com sabedoria.

Com Amor,

Nellynton Borim​
Reiki Master – Enso Reiki​

Mantra dos Chackras

As palavras tem poder! Use-as corretamente!

Cada palavra deste intencionamento (o que podemos chamar de mantra) corresponde à energia mais alta de cada um dos principaos Chackras. Repita-as tocando a raiz e mentalizando a cor cada um deles:

eu sou (acima da cabeça)
divino (topo da cabeça)
conectado (entre as sombrancelhas)
expressivo (garganta)
amado (coração)
forte (boca do estômago)
criativo (3 dedos abaixo do umbigo)
seguro (entre os genitais)

palavras_poder_chackras.png

 

Meditação Zazen

Prática faz parte da filosofia e escola Zen Budista e nos traz ensinamentos valiosos.

Existem muitos tipos de meditação de escolas antigas e também acredito que novas opções e métodos estão sendo criadas diariamente. Não existe melhor ou pior e sim o método que o deixa mais a vontade, faça com que você sinta-se bem e encontre um estado de paz e tranquilidade que sempre esteve em você.

Meditar é colocar o mundo em stand-by por vontade própria e olhar para dentro. Permitir que a mente processe toda a carga de pensamentos livremente, sem seu julgamento ou envolvimento, sem apego ou repulsa. A mente continua funcionando normalmente, mas no seu filtro, todo pensamento que apresenta-se é deixado livre e ir embora, sem qualquer barreira.

O tipo de meditação que mais gosto é a Meditação Zazen, mas como não sigo nenhuma religião ou filosofia em específico, recortei os ensinamentos que achei interessantes e simplesmente utilizo em minhas práticas.

Encontrei este relato de a repórter Thays Prado e achei um bom exemplo do tipo de insight que uma sessão de meditação de apenas 20 minutos pode trazer:

ardilla2by2bbuda.jpg
“Não há convite maior para a meditação do que a serenidade do centro Zendo Brasil. Na hora exata, todos entram em silêncio na sala, fazem uma reverência com as mãos em prece ao altar e escolhem um lugar para se sentar – normalmente nas almofadas, chamadas de zafu.

Pernas cruzadas, coluna ereta, queixo encaixado, o corpo não se inclina para nenhum dos lados, orelhas alinhadas com os ombros, o nariz, o umbigo. Esvaziam-se os pulmões, eliminando qualquer tensão, e apoiam-se as mãos quatro dedos abaixo do umbigo.

A mão direita fica embaixo, com a palma voltada para cima, enquanto as costas dos dedos da mão esquerda repousam sobre os dedos da mão direita, sem avançar sobre a palma, com os dois polegares levemente encostados. A ponta da língua se mantém atrás dos dentes superiores da frente e os olhos ficam entreabertos, num ângulo de 45 graus com o chão.

Como não estava acostumada com aquela posição, comecei a sentir uma forte dor nas pernas. Mais tarde, o monge Yuho, que orienta a meditação para iniciantes, me explicou: “A maior dificuldade de praticar o zazen é nossa própria mente, que, a cada perturbação com que se depara, quer desistir e abandonar tudo. Apenas permaneça firme e tranquila, sentada em zazen”. Foi exatamente o que eu fiz: me entreguei à dor.

Naquele momento, tive uma espécie de insight que dizia: sem julgamentos, a dor não é boa e nem ruim, é apenas dor. Inacreditavelmente, por mais que ela aumentasse, já não me causava qualquer sofrimento, era apenas uma informação no meu corpo.”

cropped-cropped-logo_enso_testeO Símbolo no logotipo da Enso Reiki apropriou-se de um símbolo muito forte do Zen Budismo, o ensö.

Segundo o minha pesquisa, simboliza o momento em que a mente e os pensamentos estão em estado de arte e você está livre para criar.

Conheça outros artigos do site aqui!

Matéria completa: http://casa.abril.com.br/bem-estar/testamos-10-tipos-de-meditacao/

Exercício simples e rápido para acalmar-se!

Exercício fácil e rápido de respiração, faça em qualquer lugar.

Respire profundamente com a animação, enchendo e esvaziando os pulmões por algumas vezes… 5 a 10

O cérebro recebe mais oxigênio, liberando endorfinas e você sente-se mais calmo no mesmo instante! 😉

Fonte: http://www.organizaej.com/desacelera.html

Óleo Essencial de Lavanda

Aromaterapia com óleo essencial de Lavanda.

A aromaterapia tem efeitos praticamente instantâneos logo depois de ser aplicada. Acalma, relaxa, modifica as vibrações do corpo e realiza um acordamento das energias. É utilizada em muitas terapias e também no Reiki, combinando a aplicação com aromas específicos para cada fim.

Neste texto você pode ter uma idéia das muitas utilidades do óleo essencial de lavanda, um dos mais conhecidos e vesáteis:

A lavanda costuma ser considerada como a essência mais útil e versátil para fins terapêuticos. Tem uma ação tônica e sedativa sobre o coração (histeria, tensão nervosa, palpitações) e diminui a pressão alta do sangue. Ela é um suave analgésico local e acalma a excitabilidade cérebro-espinhal; é famoso por suas propriedades neurossedativas e tem se mostrado valiosa em uma série de distúrbios nervosos e psicológicos, incluindo depressão, insônia, enxaqueca, histeria, tensão nervosa e paralisia. Como uma analgésica e sedativa, é muito boa para dor de cabeça.

É um tônico cardíaco e acalma os nervos do coração. Ela é muito boa para exaustão nervosa. Embora não seja realmente anti-inflamatória, a Lavanda costuma ser útil em casos de inflamação, daí seu uso em queimaduras, dermatites, eczema, psoríase, conjuntivite, cistite, diarréia, laringite e semelhantes. Na maioria dessas condições, suas propriedades antissépticas também são valiosas.

lavanda2010ml-500x500.jpgÉ boa para emissões catarrais (leucorréia, bronquite, etc) e é também um analgésico suave, acentuando, seu valor na maioria das condições acima. É boa em dificuldades e dores reumáticas e musculares, e é ingrediente eficaz de óleo de massagem, especialmente para atletas e esportistas. A lavanda é um bom antiespasmódico (asma, bronquite), carminativo e estomacal (cólica, náusea, vômito, flatulência, dispepsia), especialmente quando essas condições estão associadas com problemas nervosos e emocionais. Suas propriedades antissépticas são especialmente úteis no combate à halitose, sendo um excelente antisséptico da pele.

Pode ser usada em qualquer estado da pele (dermatite, eczema, acne, psoríase, etc.), sendo também eficaz contra determinados parasitas da pele (piolho, sarna). Tem se mostrado um remédio eficaz para alguns casos de alopecia areata e pode ser usada para todos os tipos de calvície, especialmente quando associada com problemas nervosos. Pode ser usada beneficamente em qualquer tipo de pele (oleosa, seca, sensível, acnéica) embora pareça trabalhar melhor em combinação com outras essências. É um excelente citofilático (regeneração das células da pele), e assim pode ser considerado como um agente rejuvenescedor da pele.

Essa qualidade também explica porque a lavanda é provavelmente a essência mais eficaz para queimaduras. É um desodorante agradável e eficiente. Como anti-séptico-antiflogístico-cicatrizante, a lavanda é um dos melhores óleos para se usar sobre feridas inflamadas e infectadas e sobre úlceras. O óleo de lavanda é um excelente remédio para insolação e, preparado como óleo de massagem, pode ajudar a evitar queimaduras. Contudo, não é um filtro solar ou protetor eficiente, e não é suficiente para banhos de luz solar muito intensa. A lavanda é boa para lesões ulcerosas da córnea. Ela produz hipotensão arterial e diminui a tensão sanguínea superficial. O vapor de óleo de lavanda destrói pneumococos e estreptococos hemolíticos no espaço de doze a vinte e quatro horas. Ele tem uma baixíssima toxicidade.

É um remédio eficaz para crianças, especialmente tratando-se de cólicas, excitamento nervoso, irritabilidade, debilidade geral, afecções cutâneas e infecções em geral. A lavanda é particularmente útil para infecções do ouvido, nariz e garganta, sendo usada como alternativa da camomila em otites infantis. O óleo de lavanda é útil em diversos procedimentos durante o parto. Ele propicia um parto rápido sem aumentar a severidade das contrações. Ajuda a acalmar a mãe e, como água aromática, pode ser usado como compressa refrescante para a cabeça. Pode ser usado como óleo de massagem para a parte inferior das costas (o que também diminui as dores) e em compressa quente sobre o abdome. Como emenagoga, a lavanda é boa na escassez menstrual e pode ser usada contra as cólicas. É um excelente remédio para leucorréia, usado em duchas vaginais.

A lavanda deve ser considerada sempre que haja infecção, espasmo, inflamação ou distúrbio nervoso ou emocional. Os efeitos da lavanda são normalmente enfatizados pela mistura com outras essências. Quando usar a lavanda em situações inflamatórias, use apenas baixas concentrações (menos de 1%). Em altas concentrações, ela tem um efeito estimulante sobre a circulação. Quando usado para dores musculares, torceduras e entorses, dores reumáticas, etc., use de 2% a 4%. Quando usá-la em feridas inflamadas, úlceras e estados de pele ou inflamações similares pode ser melhor misturá-la com camomila.

O banho de lavanda é refrescante, relaxante e, conforme o caso, quase sempre terapêutico. Aquece o coração, estabiliza as emoções e se constitui em um excelente banho para os que têm dificuldade para dormir.

Fonte: Phytoterápica

Parceria com Naturo Barigui

Novo local de atendimentos da ENSO Reiki em Curitiba.

logo_naturo

Agora você pode ser atendido pela ENSO Reiki na Naturo Barigui!

Há 4 anos a Naturo Barigui promove a saúde, bem-estar e qualidade de vida, através de diversas terapias, massagens, cursos e palestras. Para buscar o equilíbrio entre corpo, mente e espírito são oferecidas terapias como acupuntura, microfisioterapia, fisioterapia,  iridologia, ayurveda, harmonização de chackras, florais de Bach, cromoterapia e aromaterapia e Reiki. Conheça a lista completa de serviços e atividades oferecidas pela Naturo Bariqui clicando aqui.

sala_atendimento-e1499955827921.jpg
Uma das salas de atendimento na Naturo Barigui

Com fácil acesso (15 minutos do Centro), amplo estacionamento, em um local muito tranquilo e com uma linda vista para o Parque Barigui, você conta com toda estrutura necessária e equipe capacitada para ser bem atendido.

Veja onde fica e como chegar:

Naturo Barigui

Rua Batista Gunz, 507 – Santo Inácio
Telefone: (41) 3528-4944
e-mail: contato@naturobarigui.com.br
Site:  www.naturobarigui.com.br

Sobre os Atendimentos

Agende uma consulta ou sessão de Reiki através do formulário abaixo ou pelo WhatsApp: 41 9 9139-1990.

O Reiki pode ser aplicado em sessões avulsas, para reequilíbrio rápido, e também utilizado no tratamento complementar de problemas de saúde específicos. Apenas alguns exemplos: stress, ansiedade, insônia, tristezas, dores emocionais, processos de luto e recuperação em pós-operatórios. Saiba mais sobre como é uma sessão de Reiki clicando aqui.

Receber Reiki é o retorno a um espaço interno favorável de harmonia e equilíbrio. Receber Reiki regularmente vai agir em todas as áreas da vida do receptor e pessoas de seu convívio. Por sua ação ampla a terapia com Reiki é chamada de cura natural (sem intoxicação) e integral.

Utilize o formulário abaixo para verificar e agendar uma consulta ou sessão de Reiki. Retornaremos o quanto antes possível:

Agradeço a atenção e estou à inteira disposição.
Namastê!

Nellynton Borim
Terapeuta Reikiano III
nellynton@gmail.com
41 9 9139-1990 (whats)

Desmistificando a Meditação

Meditar é algo absolutamente simples e os benefícios de qualquer prática, regular ou não, são visíveis instantaneamente. Em minhas práticas cheguei a um método que considero muito fácil e resolvi mostrar a quem possa interessar, falando também de alguns mitos que impedem você de experimentar uma auto-iniciação.

Antes do método, alguns mitos comuns:

1. Eu não consigo parar de pensar.

Meditar não é parar de pensar… isto é impossível! A mente é uma máquina de pensar e este é seu propósito, você não tem qualquer controle sobre este processo e jamais terá. Meditar muito pouco (ou nada) tem haver com a mente e pensamentos.

2. Não sei fazer as posições e não tenho tempo ou um lugar adequado, nem os materiais.

Você pode meditar em qualquer lugar e em qualquer situação durante qualquer tempo. Você pode estar inclusive meditando agora mesmo sem dar-se conta disto! Não há necessidade de utilizar o estereótipo do meditador: posição de lótus, mãos em mudras, incensos. Meditar não é um ritual… é uma simples atitude.

A não ser que você queria ficar que nem o Patrick 🙂

3. Meditar é para monges e pessoas evoluídas.

Bobagem! Você meditou, em média, dos zero aos 5 anos e meio de idade. Um bebê está em um estado meditativo profundo no qual só existe o momento presente que pode ser: dormir, ter fome, chorar, brincar. Tudo isto acontecendo no presente. Um bebê não está preocupado nem ao menos com quem ele é, o que aconteceu ou o que vai acontecer a seguir. Você nasceu como um meditador nato, mas esqueceu disto com o tempo.

Vamos ao método!

  1. Esteja onde estiver e como estiver, apenas assuma uma posição em que sinta-se um pouco mais confortável, pode ser sentado, deitado, em pé, como for. Evite o pensamento: “Agora eu vou meditar”, apenas deixe fluir o passo 3.

  2. Feche os olhos e respire fundo algumas vezes de forma consciente. Isto vai ajudar a acalmar o barulho interno, mas depois de certa prática, você verá que nem isto será necessário. Uma dica válida é inspirar profundamente e tentar soltar o ar o mais lentamente possível.

  3. De olhos fechados para fora e “abertos para dentro”, basta permanecer relaxado e atento, em uma atenção relaxada. Aguarde… em algum momento sua mente vai manifestar-se e oferecer um pensamento qualquer. Sua atitude será… nenhuma! Não alimente, nem resista a qualquer pensamento ou movimento mental, simplesmente deixe-o passar.

Em pouco tempo sua mente vai acalmar-se e diminuir as propostas. Se acontecer de novo (e fatalmente vai), basta continuar o processo: deixe passar! Podem aparecer luzes, cores e formas na tela mental… não dê atenção a elas e continue atento e relaxado! Faça isto pelo tempo que sentir-se a vontade, mas busque sempre um pouco mais, se possível.

Pronto! Você deu seu primeiro passo na meditação: Conseguiu ficar segundos, minutos ou o tempo que for, sem apegar-se ou resistir a qualquer pensamento. Aqui não importa o tempo, importa a atitude de não responder automaticamente ao que sua mente está propondo. Se não conseguir ou tiver dificuldade, sem problemas, tente de novo, afinal é uma prática. Permita que os pensamentos simplesmente passem, como as nuvens no céu.

Este espaço interno renasce como um pontinho pequeno e vazio, e vai alargando-se conforme você consegue permanecer distante do tumulto mental, apenas observando-o, sem julgar. Depois de certo tempo praticando, nenhum ritual é necessário e você consegue acessar este espaço instantaneamente, até mesmo conseguindo ficar parcialmente nele durante o estado comum de vigília: caminhando, trabalhando, esperando algo… em qualquer situação.

Há uma tendência a desistir na primeira dificuldade. Tenha paciência e se a coisa não rolar, tente de novo em outra ocasião, mas por favor, tente! Evite o pensamento: eu não estou fazendo nada, não estou sentindo nada, nada está acontecendo. Meditar não vai lhe trazer nada, não há fogos de artifício aqui.

Evite seguir o padrão de expectativas habitual da mente. A meditação vai apenas mostrar que há outra forma de estar presente, mais real, sem interferências, sem sugestões do que fazer a cada instante.

Logo após a prática, você terá a sensação de estar vendo o mundo de forma diferente. Esta sensação vai aumentando e mudando conforme você pratica. Você torna-se mais consciente e presente… e isto traz muita paz, auto-confiança e alegria!

Ah, isso aqui é bem legal: Uma vez atingido o estado meditativo, ele mesmo o ensinará como evoluir na prática! A própria meditação ensina-o a meditar e ir mais fundo, tendo os aprendizados que você permitir-se ter.

Nellynton Borim
Terapeuta holístico com foco em Reiki, meditação e autoconhecimento

HO’OPONOPONO

Por Dr. Stan Hew Len

Somos parte de um todo e precisamos entender e nos responsabilizar por este absoluto. A identidade própria através do Ho’oponopono é um processo havaiano de solucionar problemas. Libertando as memórias ou programas que temos guardados em nosso sub-consciente.

Estas memórias são ativadas por nossos pensamentos. A mente é uma máquina de pensar. Produz milhões de pensamentos por dia, assim como o coração é uma máquina de pulsar. Temos consciência de uma minúscula parte desses milhões de pensamentos.

Quando um pensamento vem a mente, mesmo sem percebermos, automaticamente ativa uma memória guardada em nosso sub-consciente. E isto pode se manifestar como um problema. Problemas são memórias que se repetem ao longo de nossas vidas.

Quando temos consciência que somos 100% responsáveis por tudo que manifestamos, aceitamos nossos problemas como uma chance de limpá-los e então podemos recorrer à Super Mente Consciente, Deus, Eu Superior, Divindade, ou como queira chamar, que conhece nosso projeto pessoal, para que permita a cura de todos os pensamentos e lembranças que estão nos segurando neste momento.

Eu não preciso saber o que é e nem sentir culpa, já que não sei porque ativei esta memória que se manifestou como um problema em minha vida.

Quando tento resolver meus problemas posso falhar, porque automaticamente irei ativar mais uma memória do meu passado ou dos meus antepassados. Quando deixo a Inteligência Divina resolver este problema, aparece a solução perfeita. Como eu não sei o que é melhor para mim, permito que esta Super Consciência me auxilie.

Como?

Admitindo que sou 100% responsável por tudo que manifesto em minha vida, me perguntando: o que está se passando em mim que esta manifestando este problema? Dizendo a mim mesmo:

“Eu te amo, eu sinto muito, por favor me perdoe, eu agradeço”

Eu te amo porque sei que faço parte do divino e assim sou perfeito em minha origem.

Eu sinto muito por ter manifestado este problema em minha vida, pois sou 100% responsável por ela.

Por favor me perdoe. Peço perdão a mim mesmo e assim libero a energia deste problema.

Eu agradeço por este problema ter se manifestado em minha vida, pois assim tenho uma chance de limpá-lo. Agradeço por ter este problema agora resolvido.

Repetindo estas palavras, que são as palavras-chave para acessar o sub-consciente, estamos libertando estas memórias dolorosas que provocaram problemas em nossas vidas, e nas vidas passadas de pessoas envolvidas com este problema.

Ninguém pode adivinhar qual será o seu próximo pensamento porque os pensamentos emergem da mente sub-consciente. Então como não tenho controle sobre qual será meu próximo pensamento, eu posso agir sobre eles ou não.

Agir significa limpar estes programas e memórias que se manifestam como problemas. Se o intelecto trabalhar sozinho, poderá não resolver, apenas camuflar até que haja uma nova chance para a limpeza. Como todo problema é uma projeção da minha mente, ou memórias ou programas, eles voltarão em outra época assim que forem ativados pelo pensamento.

Quando dizemos “Eu te amo, eu sinto muito, por favor me perdoe, eu agradeço” a divindade que existe em nós neutraliza e apaga essas dolorosas memórias e as transmuta em puro Amor.

Eu estou pedindo ao Amor para retificar este erro que está em mim dizendo “eu sinto muito, por favor me perdoe” para qualquer coisa que esteja acontecendo comigo e que esteja causando este problema.

Somos todos perfeitos, o que são imperfeitas são as memórias e programas guardadas em nosso sub-consciente, que dividimos com outras pessoas.

Assim que apago e limpo o que esta imperfeito em mim, automaticamente outros, que estão envolvidos neste problema, também terão canceladas estas memórias.

Tenho que entender que sou responsável por tudo que acontece em minha vida, dizer “Eu te amo, eu sinto muito, por favor me perdoe, eu agradeço” e permitir que Super Mente Consciente cancele estas memórias e programas.

Esta é a essência do Ho’oponopono!